sexta-feira, setembro 21, 2007

Nadadeira Nadista

Enquanto a vida pinga

e empoça um pouco pra quem pisa,

Quer-se enxurrada

Feitas de pingo de cima


Tromba d’água fria!

Sequer enxugamos

Andamos desdenhando molhados

Até que somos lembrados


Glub glub glub

Devíamos ter pés-de-pato

Um comentário:

maria disse...

e de vez em vez, um ti-bum bem encharcado!